ebook lapis de noiva

Corona Ebook

A história do upcycling e como ele chegou para deixar os vestidos de noiva sustentáveis

Selo de identificação

Ao escolher um vestido de noiva para o grande dia, há sempre múltiplos fatores a se considerar. Para a noiva eco consciente, um vestido de noiva sustentável que possui todo um cuidado na cadeia de produção, de maneira que impacte menos o meio ambiente é fundamental.

 

 

Vestido de noiva sustentável, é possível?

O seu vestido de noiva é o início de um novo ciclo. Você já parou pra pensar como você quer começar esse novo ciclo? Seu vestir também é sobre despertar e vestir-se de si mesma, com personalidade e consciência em um dos dias mais marcantes de nossas vidas. É sobre propósito, essência e sincronicidade. Uma trama que entrelaça conexões e resgates ancestrais que geram novas e diferentes possibilidades. Sempre com uma pitada gostosa de ousadia e atitude!

Nós aqui do Lápis já notamos que existe uma vontade crescente entre os casais para que seu casamento reflita seu estilo de vida, que é cada vez mais eco consciente e sustentável. Que tal começar pelo vestido para fazer seu Ecowedding? A ideia vem de uma consciência eco-planetária, de um cuidado com a terra e com os danos causados nela, partindo do pressuposto de que cada pequena ação praticada por nós gera um grande impacto futuro. Pequenos gestos vão longe, como escolher upcycling para o vestido de noiva sustentável.

Como adoramos trazer muita inspiração aqui no blog para te fazer sonhar com o vestido de noiva ideal, convidamos a Camila Machado da Lascivité, que faz lindos vestidos de noiva sustentáveis, para contar um pouco sobre essa opção. Vamos lá?

 

vestido de noiva sustentável
Erin Wasson

 

O que é Upcycling?

A definição de upcycling, também conhecida como reutilização criativa, “é o processo de transformação subprodutos, resíduos, produtos inúteis ou indesejados em novos materiais ou produtos de melhor qualidade ou com maior valor ambiental.​”

Fazer upcycling é uma maneira de processar um item para torná-lo melhor e mais valioso do que o original. Usando a moda como exemplo, upcycling é transformar uma peça de roupa que não serve mais, que está manchada ou rasgada e reformá-la para usá-la novamente.

Upcycling pode ser feito usando resíduos pré-consumo, pós-consumo ou uma combinação dos dois. No caso da moda, os resíduos pré-consumo são produzidos enquanto os itens estão sendo fabricados (como os pedaços de tecido que sobraram após o corte de uma modelagem) e os resíduos pós-consumo resultam do produto final atingindo o fim de sua vida útil para o consumidor (como uma camiseta que não cabe mais, a embalagem ou outros itens que sobraram).

–> Curiosidade do Lápis: o Cambridge Dictionary elegeu ao termo upcycling como a palavra do ano de 2019.

 

Erin Wasson

 

Pera ai: Upcycling é Reciclagem?

Não, meninas, fazer upcycling não é o mesmo que reciclar. “A reciclagem pega materiais de consumo – principalmente plástico, papel, metal e vidro – e os decompõe para que seus materiais básicos possam ser transformados em um novo produto de consumo, de qualidade inferior”. ” Então a reciclagem é considerada um downcycling, que é o oposto de upcycling.

Quando se faz upcycling de um item, não se desmonta ou destrói os materiais. A ideia é transformar o item existente, como por exemplo cortar uma calça de couro para transformá-la em shorts e aplicar novos detalhes como studs ou bordados. A peça ainda é feita do mesmo material de quando se iniciou o processo. Além disso, o item upcycled normalmente é melhor ou tem a mesma qualidade que o original.

Dica do Lápis: Baixe o nosso e-book “Vestido de Noiva: o guia completo para fazer a escolha perfeita” e escolha o vestido de noiva que tem sua carinha.

 

 

A Nasty Girl Cantou a Bola Fashion Anos Atrás

A marca americana Nasty Gal da Sophia Amoruso, que começou em 2003, era um brechó. Você lembra da série Girl Boss na Netflix sobre como ela começou? Bom, não satisfeita em ser apenas uma vintage store, a Sophia começou a alterar as peças que encontrava ou comprava para deixá-las atuais e passou a fazer um styling bacana ao fotografá-las para criar desejo em suas consumidoras. Com isso o upcycling ficou conhecido em grande escala na moda.

 

 

6 Benefícios do Upcycling

Upcycling deixa de adicionar coisas a um mundo que já está sobrecarregado com coisas materiais. Também reutiliza materiais de formas criativas e inovadoras que, de outra forma, acabariam no aterro, produzindo itens originais, geralmente únicos, de itens que muitos consideram lixo.

Seja com peças de vestuário do dia-a-dia ou de desfiles, o upcycling na moda pode desafiar os códigos culturais – questionando o que consideramos lixo X moda ou belo X feio. Ele também pode ser uma conexão com a nossa história – incorporando peças vintage ou usando uma herança familiar para criar uma peça original, preservando um pouco da memória.

 

1) Salva materiais que acabariam no aterro

Hoje em dia, muitas marcas e designers estão fazendo coisas muito legais com itens vintage. Muitos que já estavam a caminho do aterro foram recuperados por algumas pessoas muito criativas. Você sabia que um material durável como mangueira de incêndio pode ser transformado em acessórios de luxo sustentável?

 

 

2) Reduz a entrada de materiais no aterro

Nós nos acostumamos ao fast everything. Tomemos a indústria da moda, por exemplo – tendências que mudam sazonalmente estão nos levando a um estado perigoso de superprodução e consumo excessivo. Muitas pessoas compram roupas que só vão usar uma vez e depois as jogam no lixo alguns meses depois. A Camila Machado da Lascivité nos lembra que, com tudo isso, vemos que cada vez mais é emergencial rever a nossa relação com o que vestimos.

“Uma olhada rápida nos números prova que há algo de errado em insistir com a mentalidade fordista na indústria da moda. De acordo com um levantamento feito pela Ellen MacArthur Foundation, organização inglesa estabelecida em 2010 com a missão de acelerar a transição rumo a uma economia circular, cerca de USD500 bilhões são perdidos todos os anos em roupas que mal são usadas ou recicladas.” O equivalente a 1 caminhão de lixo têxtil é descartado no mundo por segundo. Somos co-responsáveis por esses números.

 

3) Faz uso mínimo de recursos naturais

Fazer upcycling com os recursos existentes significa que não precisamos usar nenhuma nova matéria-prima no processo de produção. Você sabia que são necessários 2.700 litros para produzir o algodão necessário para fazer uma única camiseta?

 

4) Celebra o trabalho artesanal

Por trás de cada produto reciclado, existe um artesão criativo e talentoso. Os produtos upcycled celebram as pessoas que amam fazer as coisas com as próprias mãos e incentivam uma criatividade que beneficia o meio ambiente e a sociedade.

 

 

5) Apoia a indústria local e rural

Outro benefício socioeconômico do upcycling é que ele apóia pequenas empresas locais e indústrias rurais. Isso beneficia os artesãos, dando-lhes a oportunidade de prover suas famílias por meio do empreendedorismo. “Ao escolher dar destaque aos processos manuais e, com isso, humanizar a produção, valorizamos a cultura local, as técnicas e as relações instauradas nessa cadeia. O produto final, que contém e conta essas histórias, conduz a potência transformadora nas relações de produção, consumo e uso. O modelo linear de extrair, produzir e descartar de forma rápida e em volumes injustificáveis faz cada vez menos sentido com as previsões de inconsistência de fluxo de recursos naturais num futuro nem tão distante”, diz Camila da Lascivité.

 

6) Reduz os custos de fabricação

Se os designers fazem itens com materiais recuperados, isso pode reduzir drasticamente seus custos de fabricação. Muitas empresas oferecem itens antigos a custo zero ou mínimo – tecidos de roupas podem ganhar nova vida como tapetes e almofadas e velas de barco podem ser transformadas em sacolas para compras, por exemplo.

Vestido de noiva plus size: simples, curto, sereia, princesa, para cerimônia religiosa, civil e mais, para vocês donas de curvas bem delineadas!

 

 

O Upcycling e o Vestido de Noiva Sustentável

O segmento de vestidos de noiva é uma das maiores indústrias que contribuem com resíduos, em termos de uso, armazenamento e custos de fabricação. Os resíduos produzidos são provenientes de vestidos de noiva que não são mais usados, os que estão fora de moda e o que sobra da produção deles. Os vestidos de noiva descartados são os que tem falhas de produção, baixa qualidade e não cabem mais em espaço de armazenamento. O desperdício também é causado pelas muitas lojas que se livram deles porque não são da estação vigente, estão danificados, manchados ou defeituosos e não podem ser reparados.

Felizmente, há um número crescente de designers trazendo uma produção consciente ao segmento de noivas, com iniciativas que vão desde o upcycling de tecidos até o apoio a artesãos locais. Ações como essas, aliadas às novas tecnologias, fomentam a economia local, tanto de insumos para tingimento quanto de fibras têxteis- promovendo ações de plantio orgânico e agricultura familiar- até ateliês que resgatam vestidos prontos para dar-lhes uma nova vida. A valorização desses aspectos possibilita uma produção responsável e sustentável tanto nos aspectos ambientais, quanto sociais e econômicos.

 

 

Onde Achar Vestidos para fazer Upcycling

É aqui que a imaginação começa a correr solta e livre. As noivas podem encontrar essas alternativas tanto em marcas locais, que priorizem a economia circular, quanto em bancos de tecidos, brechós, Mercado Livre, sites, ou nos armários de suas mães, tias e avós.

No caso das marcas, algumas já oferecem em seu catálogo essas alternativas. Desde pequenas práticas, como o primeiro aluguel sob medida, que permite que o vestido possa ser reutilizado posteriormente de outras formas, a outras mais factíveis, como próprio upcycling e a priorização dos tecidos naturais e 100% nacionais, eliminando o uso do poliéster. Encontrado em diversos tipos de rendas e tecidos, o poliéster, além de responsável por várias reações alérgicas- porque não deixam a pele respirar- é o tecido mais barato de todos e gasta em média quatro vezes mais energia do que a produção de fibras naturais como a seda ou algodão orgânico. E se é plástico, não é biodegradável, certo? Além disso, o poliéster solta micro partículas que vão parar nos oceanos, os microplásticos, contaminando todo o ecossistema marinho.

É importante também exigir transparência das marcas, questionando a sua cadeia de produção: Quem vai fazer seu vestido? Qual a origem dos insumos e quais os processos de descarte? É necessário saber se o seu fornecedor se preocupa com essas questões e com as condições de trabalho que oferece, ao invés de apenas seguir tendências fomentadas pela indústria do consumo, não levando em conta que vivemos em um planeta com recursos naturais finitos e que todos seremos impactados social e ambientalmente caso o consumo não seja levado a sério, com critério.

Dica do Lápis: fizemos um post cheio de inspirações de vestido de noiva para você que tem mais de 35 anos! Viva as mulheres maduras!

 

 

Lee Scullion

 

As Emoções de usar um Vestido de Noiva Previamente Usado

Já pensou em reconsiderar práticas antigas, como aquela tradição do vestido que passa de avó para mãe para filha? Para dar uma nova vida a essas peças, diversas intervenções podem ser realizadas, desde a customização, por meio da criatividade na costura, até o tingimento ou impressão botânica. Tudo isso pode servir como alternativas incríveis de transformação, dando novos ares e possibilitando disfarçar imperfeições causadas pelo tempo e/ou uso das peças. Com boas ideias, técnicas de estilo e coloração é possível repaginar vestidos e peças transformando e ressignificando uma indumentária que traz o resgate de memórias afetivas tão importantes para a celebração desse dia único e inesquecível.

 

 

vestido de noiva reformado
Miss Sew It All

 

Técnicas de Upcycling para um Vestido de Noiva Sustentável

As possibilidades para modificar um peça são infinitas e para escolher o vestido de noiva ideal vai depender do estado dela, do gosto e do biotipo da noiva.

Embora várias técnicas de upcycling tenham sido usadas ao longo dos anos, a maioria delas
são idênticas à pequenas variações, como adicionar ou tirar mangas, mudar o decote e comprimento e adicionar enfeites para estilos já estabelecidos.

Mais de 60 tipos diferentes de técnicas de upcycling foram documentados desde a Grande
Depressão. Durante a década de 1920, as mulheres encontraram maneiras alternativas de recriar novos modelos com seus velhos tecidos. Durante a Segunda Guerra Mundial, o upcycling tornou-se predominante novamente por causa dos recursos que foram limitados na década de 1940.

Falando especificamente de vestidos de noiva, usar renda para cobrir parte de tecido danificado é um recurso bastante usado. Outro é o tingimento. Mudar decotes, tanto na frente como nas costas é uma maneira de deixar o estilo do vestido mais atual, assim como seu comprimento- não esqueça de levar em consideração a altura da noiva. Adicionar, reformar ou tirar mangas, acrescentar -ou retirar- bordados, flores 3D ou renda são capazes de transformar por completo um modelo. Dois vestidos separados podem virar um só, e por aí vai. Assim um vestido de noiva formal pode se transformar em vestido para casamento civil, um vestido curto ou mesmo em calças! Deixe a imaginação correr solta e divirta-se com o processo!

Tiaras, coroas, halos, flores, grampos, presilhas, chapéus e muito mais: veja 10 tendências de acessórios de cabelo de noiva em 2020 AQUI.

 

 

 

O upcycling é mais do que uma tendência, é uma necessidade para a conscientização de um consumo circular, onde todos podem e devem ser protagonistas em busca de um futuro mais sustentável e de uma economia mais justa. Você gostou da ideia? Conta pra gente!

 

Dailymail UK

 

*Fontes: Ecologia em ação Modefica, Menos um Lixo, Ellen MacArthur Foundation, International Conference on Research and Academic Community Services (ICRACOS 2019), Huffington Post, Rosner

 

Já segue a gente no Pinterest? Temos inspirações lindas esperando você por lá:

pinterest

Vale a pena ler

{Dicas Úteis} Casar no Paraíso dá super dicas para fazer um casamento sustentável inesquecível
Tendência para casamentos 2020: tem muita novidade que vai bombar esse ano!
Tendências 2019/2020 de gastronomia para casamento no campo

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário via blog