{Dicas Úteis} Casar no Paraíso dá super dicas para fazer um casamento sustentável inesquecível

Casamentos sustentáveis, Ecoweddings em todos os níveis, são uma nova realidade e vieram para ficar. Se você também é uma das pessoas que já está ajudando a mudar a visão do mundo sobre o nosso planeta, e quer saber como fazer um casamento sustentável, confira as dicas da Casar no Paraíso!

 

como fazer um casamento sustentável
Foto: Phil Chester

 

Se tem uma coisa que está ficando cada vez mais difícil de ignorar é o impacto social e ecológico causado por nós na terra. Esse impacto está em todos os aspectos da vida, incluindo festas e sim, os casamentos.

Os Ecoweddings são uma maneira nova e permanente de ver os casamentos. A ideia vem de uma consciência eco-planetária, de um cuidado com a terra e com os danos causados nela, partindo do pressuposto de que cada pequena ação praticada por nós gera um grande impacto futuro.

 

Foto: Acervo Mara Perez

 

Casamento Sustentável: por onde começar a organizar?

Mas…por onde começar a organizar um casamento sustentável? Lá pelo comecinho, contratando uma assessoria que sabe como planejar um casamento sustentável para vocês.

A Rafaela Perez, da Casar no Paraíso, é uma delas, e hoje vai dar dicas preciosas de como colaborar com a promoção de um maior cuidado socioambiental e realizar uma festa de casamento mais sustentável.

Você está planejando o casamento dos seus sonhos, e podemos ajudar a planejar uma festa incrível aliada a natureza e ao bem estar de todos, tendo como base o amor, afinal é ele que rege tudo. O amor que vocês escolheram prometer um ao outro, o amor da sua família, dos seus amigos, e amor pelo lugar que estamos. Esse lugar é a nossa casa e de milhares de outros seres vivos. Nada mais justo do que tornar nossa passagem por ele, mais leve, consciente e limpa. Todos merecemos, ou não teremos mais para onde ir.”

Clique para ler nossas dicas sobre decoração para casamento leve e descontraído!

 

 

Organizando um casamento sustentável: os 3 R’s da sustentabilidade

As diretrizes práticas para gestão de resíduos, consumo consciente e desenvolvimento sustentável estabelecidos na Agenda 21 (o plano de ação da ONU resultado da conferência Rio-92) são três:

1. Reduzir

Reduzir é evitar e racionalizar, sempre considerando que menos é mais. Deixar de consumir algo causa menos impacto do que consumir e depois reciclar. Planeje os gastos de seu casamento para  evitar desperdícios em todos os sentidos.

2. Reutilizar

Existem duas maneiras de reutilizar produtos: a primeira é escolher itens que se possa usar depois da festa de casamento, de mesma maneira ou de forma diferente, sem precisar descartar no lixo.

A segunda maneira é optar por itens já feitos com produtos reciclados, colaborando com o ciclo da reutilização e reciclagem.

3.Reciclar

Transformar um elemento em um novo material no ciclo de produção é reciclar. Isso envolve técnicas químicas específicas, e impacta sobre os resíduos que você não vai conseguir reduzir nem reutilizar. Conhecer a gestão de resíduos sólidos da região onde você vai realizar sua cerimônia faz parte do planejamento do casamento. Também faz parte pedir para os fornecedores envolvidos para separarem o lixo orgânico dos resíduos recicláveis.

Por fim, se informe sobre o que é e o que não é reciclável.

Pensando nisso tudo, a Rafaela preparou algumas ideias para aguçar a criatividade em mudar os hábitos, começando com o que é realmente desnecessário.  

Veja aqui tudo o que você precisar saber antes de começar a organizar a sua lua de mel.

 

Foto: Lauren Nicole Photography

 

Evite usar no seu casamento sustentável:

A Rafaela, da Casar no Paraíso, fez uma lista dos itens que devem ser evitados pois são altamente prejudiciais ao meio ambiente. “Será que realmente precisamos dos itens abaixo para viver a festa dos sonhos? Ou será que podemos nos desfazer desses pequenos apegos em prol de algo maior do que nós?”

  • Balões de gás hélio e bexiga de led: centenas acabam soltos na atmosfera para a duração de uma ou duas fotos.
  • Papel laminado picado: é impossível fazer a limpeza total desses itens. Eles são naturalmente  levados pelo vento. 
  • Acessórios de pista (plaquinhas, bastão de isopor led, óculos, pulseiras led, mechas led, máscara com sua foto): são exemplos de consumo completamente desnecessário, que apenas geram lixo.
  • Sparkles: podem ser perigosos e causam diversos acidentes. Servem para uma foto e não sabemos como descartá-lo adequadamente.  
  • Bolo fake, com pasta americana: que bom que estão totalmente em desuso. Eles são sempre jogados fora. Prefira sempre o que é de verdade: bolos pequenos, charmosos, de diversos sabores, sem excesso e com a acarinha dos noivos. Lembrem-se que ainda tem os doces e sobremesas incríveis de buffets. Evitar o excesso de consumo é sustentável.
  • Embalagens em excesso no geral: como por exemplo bolinha de sabão unitária.
  • Repelentes unitários: vamos compartilhar? Nós por exemplo, levamos nos nossos casamentos um repelente natural – Insetifrida – de fornecedores locais e com embalagem retornável. Pequeno ato que já elimina um bocado de lixo!

 

Foto: Come Plum

 

  • Excessos na papelaria: menu, tag de despedida, tag de carro, cartão de agradecimento, tag no bem casado, tag agradecimento, não perturbe, convite individual, leques de papel, cones de papel, reservados, convites, save the dates impressos, etc.
  • Papel do bem casado: prefira embalagens de tecidos, embalagens bio, folha de bananeira, etc.
  • Forminhas: tendência em eliminar, afinal elas acabam no lixo.
  • Descartáveis em geral: itens de banheiro personalizados, excesso de havaianas e personalização, saquinhos, tags, mexedor de plástico personalizado, etc.
  • Canudo de papel: tem vida útil de quatro minutos e leva mais de 1000 anos para se decompor.
  • Espuma floral: é considerada a grande vilã do meio ambiente. Proveniente do petróleo, ela já passou por reformulações, mas ainda é tóxica e poluente. Apesar disso, continua sendo largamente usada na decoração de eventos, por ser uma maneira prática de hidratar e sustentar os arranjos. Mas existe uma campanha entre os principais floristas internacionais para não utilizar mais a espuma floral, e existem maneiras maravilhosas de decorar sem usá-la.

Quanto custa casara na praia? Clique aqui para saber!

 

Foto: Kate Ignatowski

 

14 escolhas simples para tornar seu casamento mais sustentável

A Rafaela, da Casar no Paraíso, sabe que não existe um mundo perfeito, mas dá para optar por soluções mais sustentáveis, nem que seja em um só item. Isso já é um caminho para se começar a promover maior sustentabilidade e cuidar com mais carinho do nosso planeta. “Mas a mudança é desafiadora. Existem pequenas coisas que, com criatividade,  já podemos mudar:”

  • Vestido, não só da noiva, mas de daminhas, madrinhas e convidados em geral: optar por tecidos e tingimentos naturais. Já existem opções super sofisticadas nesse tema.
  • Escolher fornecedores e produtos locais.
  • Alimentos orgânicos: evita o uso de agrotóxicos que são completamente poluentes.
  • Optar por ingredientes da estação: usar frutas e verduras da época.
  • Velas bio: sem emissão de fuligem e fumaça, não usam parafina que é proveniente do petróleo.
  • Lembranças duráveis: escolher objetos que podem ser usados depois pelos convidados, ou comestíveis, ou ainda as famosas mudinhas de temperos, de plantas medicinais ou as que produzem flores.
  • Lembranças que dão o recado: canudos de bambu ou de alumínio.

 

Foto: Saidonia Eco

 

  • Itens com utilidade: convites em forma de marcador de livro, por exemplo. Gosto muito da ideia da mudança de função deste produto, como o convite semente e até o convite virtual.
  • Ecobag: pense na arte dela com carinho para que ela seja REALMENTE utilizada. Ninguém vai sair com uma sacola com a foto dos noivos, por exemplo. Isso serve para havaianas e outros itens de lembrancinha também. 
  • Use sementes para pássaros, folhas picadas ou pétalas para saída dos noivos.
  • Utilização de elementos da natureza, das flores de corte para marcar mesa, em substituição  ao menu impresso.
  • Usar flores, galhos, folhagens e sementes direto na mesa. Não precisa de vaso, nem espuma floral.
  • Reverter itens de casamento para uma causa social. Decoradoras e buffets já trabalham com composteiras.
  • Prefira consumir menos, a pensar na reutilização, reuso ou reciclagem disso tudo.
  • Pensar na utilização de menos recursos (isso inclui combustível) e gerar menos resíduo.

Separamos todas as dicas e uma seleção incrível de convites de casamento rústico para você!

 

Foto: Nicole Castonguay Photography

 

É bastante coisa para pensar, né? Ou talvez não seja, se esse estilo de vida já faz parte do seu dia a dia com seu amor. O importante é reduzir impacto ecológico e promover sustentabilidade em pequenas atitudes diárias. “Convido então a uma reflexão para buscarmos o equilíbrio dessas esferas, a sustentabilidade ambiental, social e econômica. Vamos equilibrar essa equação, sem perder a elegância dos casamentos que produzimos.”

 

 

Já segue a gente no Pinterest? Temos inspirações lindas esperando você por lá:

pinterest

Fornecedores

A Casar no Paraíso é uma empresa desenhada para casamentos com personalidade. Casamentos com história, com beleza, com leveza e muito amor. É especialista em planejamento e organização de casamentos na praia. Coordenam, pesquisam, criam e produzem festas sofisticadas na medida, sempre com muita leveza e maestria.  

 

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário via blog