Tudo que você precisa para casar

Fé, reencontro e recomeço – Casamento emocionante Glauce & Leo

Preparados para o casamento de hoje? Que alegria dividir com vocês uma história linda, tipo de cinema e com aquele final feliz que a gente A-M-A!

Semana passada aconteceu o casamento da Glauce e do Leo. Se você não é do meio gospel/evangélico, deixa eu te apresentar esses dois: Leonardo Gonçalves é cantor e compositor e a Glauce Cunha é apresentadora do programa Caixa de Música na TV Novo Tempo. Veja aqui, nossa playlist sugestiva de músicas gospel para casamento.

Há uns 2 meses mais ou menos, a Glauce e o Leo contaram pra gente que iriam se casar! Foi uma surpresa muuuuito especial. Vocês sabem que não organizamos casamentos, né? Mas a gente ama dar ideias, indicar fornecedores que tenham o perfil dos noivos e dar pitacos de amor! Fazemos isso com todas as noivas que entram em contato com a gente. Que privilégio! Conheça aqui nossos fornecedores do guia #gentequeamaoquefaz.

Deixa eu contar pra vocês algumas coisas… A Glauce e o Leo foram namorados há 19 anos, acreditam? Nessa época que conhecemos o trabalho do Leo. Não existia Léo sem Glauce. O tempo passou, os dois viveram outros relacionamentos, ultrapassaram desafios e a vida (a gente gosta de dizer que foi Deus) os uniu, pra não existir mais Léo sem Glauce, Glauce sem Leo. Ai, que história emocionante sobre fé, espera e recomeço! Muito lindo! Inspire-se com outras lindas histórias de amor que já passaram pelo blog.

 

E hoje, os detalhes da história e do casamento.

 

História de Amor:

“Nos conhecemos em outubro de 1999 e começamos a namorar no dia 05.02.2000. Entre idas e vindas namoramos ao todo por 5 anos. Cada um seguiu o seu caminho e, após 11 anos e meio, de maneira inusitada e inesperada, nos reencontramos. Não demorou para percebermos que, mesmo com tanto tempo sem nos comunicarmos, e tendo nos tornado em muitos sentidos pessoas muito diferentes das que éramos quando nos conhecemos, que agora tínhamos ainda mais coisas em comum do que antes; e foi no final do mês de maio de 2018, depois de algumas longas conversas, muita oração e reconhecendo o que voltamos a sentir um pelo outro que nos demos conta que queríamos muito ficar juntos. E esta certeza só aumentava a cada conversa e a cada encontro.” (Leonardo Gonçalves)

 

O Pedido:

“Comprei o anel de noivado no final de Julho e fizemos uma viagem pra encontrar amigos no começo de Agosto. A cada dia eu procurava a oportunidade perfeita pra lhe fazer a pergunta (andava com o anel no bolso) mas foi na capelinha vazia do parque nacional do Yosemite que me pareceu a oportunidade perfeita. Ela aceitou na hora, graças a DEUS. rs.” Saiba como escolher a aliança de casamento ideal.

A Glauce conta que o momento em que  o Leo a pediu em casamento, dentro daquela capelinha, pareceria ser tudo muito calculado. “Tudo conspirou para aquela hora. Se ele tivesse planejado a hora e lugar não teria dado tão certo!” Confira as nossas dicas para o pedido de casamento perfeito!

 

 

Os preparativos:

O casal ficou noivo em agosto, mas foi em setembro que definiram a data! Teriam 2 meses para organizar TUDO! Uau! Mas, como o Leo falou em seus votos, a maior parte dos casais se casam e aí se conhecem. Com eles era diferente, já se conheciam…há muitos anos!

Mesmo com o tempo apertado, a Glauce foi uma super noiva, lutou pelos seus sonhos e prioridades, sem esquecer que o “principal já tinha dado certo!”. Sempre conversamos com vocês sobre prioridades, não é mesmo? E sobre “não sofrer se algo sair do planejado”. Baixe aqui o nosso e-book para organizar o seu casamento.

A Glauce e o Léo queriam muito se casar numa capelinha. Ao ar livre também era uma opção muito amada. “Sendo ao ar livre, achei que aos pés de uma árvore seria perfeito. Não apenas pela beleza, mas por tudo o que uma árvore representa. Ela vive servindo em silêncio e permanece por tantos anos… “, conta a noiva. Veja aqui outros casais que também disseram sim debaixo de uma árvore.

A Jatobá centenária da Fazenda Vassoural encheu os olhos! “Foi possível imaginar nossos amigos e familiares a nossa volta, presenciando nosso casamento.”

Para a decoração, as referências eram toscanas. A família inteira reunida, sentada numa grande mesa, com muita simplicidade. Podemos dizer que a proposta do casamento seguiu o estilo Home Wedding. Como o Leo falou, “queríamos algo singelo, como se fosse uma extensão da nossa casa, algo aconchegante, intimista.Saiba mais sobre mesas comunitárias no casamento.

 

 

A Glauce confessou que se tivesse tempo, ela mesmo colheria as flores! E significado não faltou! Acreditam que algumas toalhas de crochê espalhadas na decoração foram feitas por sua mãe? Outras já eram dela, e fizeram parte da história da família.

E também tivemos noiva talentosa que colocou a mão na massa! O desenho dos dois, desenhado à mão, que fez parte do convite. Ah! E as lembrancinhas, marca-página, também foram feitos pela Glauce. Confira 70 opções de lembrancinhas de casamento aqui.

 

 

O grande dia!

Ao todo foram 150 convidados. Familiares e amigos próximos.
A Glauce estava maravilhosa, com vestido minimalista, buquê colorido e sorriso que insistia ficar. O Léo, feliz, realizado, grato.

Mais do que o evento, a cerimônia, o ritual era muito importante pra nós dois. Por isso eu nem quis caminho de flores, grandes decorações. Queria que o ponto focal fosse o altar. Tiramos quase todas as entradas tradicionais. Apenas mantendo a entrada da noiva com nossas lindas crianças abrindo passagem! Queríamos as pessoas pertinho de nós.

Era a visível a felicidade de todos por nós! Os nossos pais, nossos amigos. É muito bom ver no outro a nossa felicidade.”

A previsão do tempo apontava chuva, mas o plano B só foi preciso para a recepção. Como abrir mão da cerimônia sob a árvore? A noiva, sempre tranquila, nem se importava se chovesse. Com sorriso no rosto, declara que seria um casamento divertido e abençoado. Veja aqui nossas dicas para encarar o plano B sem stress.

Aperte o play! Apenas o teaser feito pela Noux Studio. Aguenta coração!

 




 

A Glauce se arrumou no próprio local do casamento. O Leo e o familiares também se hospedaram na Fazenda Vassoural. Todos pertinho, vivendo intensamente o dia.

Amamos o vestido simples e minimalista. A Glauce comprou durante uma viagem aos EUA. Ela dá a dica da loja, que é ótima! :) –> Anthropologie  Ah! E amamos que ela mudou de vestido para a festa! Um modelo rendado, leve e romântico, perfeito para a fazenda e o jantar em família. (Veja ao final)

–> Como escolher o vestido de noiva perfeito? Veja aqui nossas dicas.

 

 

O que não poderia faltar?

Amigos, familiares e a benção de Deus! O Pr. Edson Nunes, que fez parte da história do casal, abençoou e emocionou a todos!

–> Como ter uma cerimônia emocionante e inesquecível? Leia mais aqui.

 

 

Para o Leo, os momentos mais marcantes…

Quando a Glauce cantou a música do Milton Nascimento pra mim; quando Tiago Arrais cantou a música para nós de surpresa; quando o Pr. Edson Nunes, nosso grande amigo desde 1999, na conclusão de sua reflexão anunciou que o Amor no livro de cantares é o que pode reverter tudo o que fora destruído em gênesis 3.

 

 

 

A surpresa da Glauce para o Leo

Quando decidimos que teriam músicas cantadas, escolhemos duas que gostávamos: Caneta e Papel, dos Arrais, e Amor de Índio, uma canção do Beto Guedes já gravada por uma série de intérpretes. Chamei meu amigo Henrique Torres pra cantá-la. Mas já tinha a ideia de cantar algum trecho com ele pra fazer surpresa para o Leo. Eu ouvi essa canção há poucos anos atrás, no rádio, na voz de Milton Nascimento, e de cara achei tão bonita… tão forte e significativa! Quando pedi que o Henrique a cantasse, perguntei o que ele achava se eu cantasse um trecho dela. Recebi apoio, rs, e tomei coragem porque sabia que ficaria muito nervosa, afinal, não sou cantora, e sabia que a possibilidade de estar emocionada era alta! Decidi não contar pra ninguém, para poder ter a possibilidade de desistir sem nenhuma pressão! (rs) Quando Leo e eu começamos a namorar em 2000, ele sempre pedia que eu cantasse pra ele, e eu sempre neguei porque tinha muita vergonha… tirei o atraso! rs

–> Dicas sobre música para casamento aqui.

 

 

Mais uma surpresa especial

Já a canção do Tiago Arrais, foi melhor que Caneta e Papel. Ele surpreendeu ao Leo e a mim cantando a canção ‘Parte”, que falava muito sobre a gente. Que presente…foi difícil parar de chorar.

Um amigo colocar em palavras e música todo nosso drama e nosso amor.

 

Os votos

A Glauce abriu seu coração e essa parte é muito emocionante para nós! Muito especial dividir com vocês!

“Eu comecei a escrever meus votos de madrugada e terminei pela manhã. Eu tive medo de não saber o que escrever. Mas foi só ligar o filme das nossas memórias, e veio tudo muito fácil. Quando a gente esperava talvez pouco… Deus foi bom. E todas as impossibilidades foram revertidas sem nenhum esforço.

O Leo em seus votos, lembrou de um filme em que um personagem fala que um certo povo, tinha um ritual de casamento que era o de olhar um para o outro durante um tempo. Depois disso, já estavam casados. E nos olhamos, e nos olhamos e aquele momento parecia que éramos só nós dois e todo o nosso amor.”

–> Saiba como escrever os seus votos de casamento.

 

 

Felizes!

 

Vale a pena!

Glauce e Leo, que esse amor, que já deixou o nosso coração apertado e muito feliz, seja eterno. E que esse Deus de recomeços se faça presente todos os dias.

Vocês vieram pra inspirar e pra gritar que vale a pena acreditar no amor!

 

 

Dica dos noivos!

Contrate uma assessoria de casamento profissional. Se ela realmente for profissional, não é um investimento; é uma economia. Nossa experiência com a Larissa da Seraphine Eventos não poderia ter sido melhor.

 

Veja Também:

De Mountain Bike para o Altar – Casamento encantador Juliana e Felipe
Orquídeas na Fazenda – Casamento Encantado Nayara e Diego
Casamento Boho-Rústico na Fazenda – Mel & Marcelo
Amor em cada detalhe – Casamento inspirador Bianca & Heitor

Tudo que você precisa para casar

Favoritos

Para favoritar esse post,
você precisa fazer login com usuário noiva/noivo.

Ainda não tem uma conta?
Cadastre-se