Qual fornecedor de casamento você está precisando?

Use os filtros abaixo para encontrar os melhores profissionais para você e seu grande dia em nossa lista de fornecedores de casamento completa.

Casamento comunitário: como funciona um casamento coletivo

São tantos os tipos, estilos e formatos de casamento que a gente fica louca (no bom sentido). Afinal, nós AMAMOS casamentos em todas as suas formas. E hoje vamos falar sobre o casamento comunitário, que é uma proposta inteligente e super útil para aqueles casais que não podem investir na realização de uma grande festa de casamento. A ideia principal aqui é não deixar esse dia tão importante e esperado pelos casais passar em branco.

Casamento comunitário: como funciona um casamento coletivo
Bruno Fernando Fotografia

Nesse post você vai encontrar

    O que é um casamento comunitário?

    É quando muitas pessoas se casam no mesmo dia e horário, na mesma cerimônia. Nele nada muda em relação ao casamento convencional, exceto a quantidade de noivos.

    Quem tem direito ao casamento comunitário?

    Pessoas que não podem bancar as despesas de um casamento convencional, mas não abrem mão da oficialização e celebração da união. Portanto, pessoas de baixa renda.

    o que é casamento comunitário
    Emma Bauso

    Como funciona um casamento comunitário?

    Geralmente este tipo de casamento faz parte de alguma ação social seja de centros comunitários, cartórios, comunidades, municípios, ONGs e igrejas, que se juntam para oferecer às pessoas de baixa renda a realização do sonho da cerimônia de casamento.

    Qual o valor do casamento comunitário?

    Depende. Na maioria das vezes o casamento comunitário é gratuito. Porém, em alguns casos (aí vai depender de quem está organizando e da verba disponível para a realização), existe uma pequena taxa. Sendo assim, os casais pagam somente uma taxa simbólica para custear alguns serviços.

    Parceiros e Organização

    É impossível realizar um casamento comunitário sem parceiros envolvidos. Por esse motivo essas ações são realizadas por entidades e comunidades. Profissionais da área de eventos se juntam e doam um pouco de seus serviços, tempo e experiência em prol daqueles que não podem pagar pela realização do casamento.

    Esses profissionais são organizadores de eventos, assessoras de casamento, celebrantes, fotógrafos, decoradores, empresas de buffet, lojas de vestidos de noiva e traje do noivo, floriculturas, bem como outras pessoas da comunidade que se envolvem em toda a organização desse grande evento.

    como funciona um casamento comunitário
    Trung Nguyen

    Inscrições para participar

    Para participar do casamento comunitário é necessário se inscrever nesse programa, que, como já falamos, é realizado por cartórios, igrejas e ONGs. Ou seja, fique atenta em sua cidade para não perder o prazo das inscrições.

    –> Dica do Lápis: é comum que a prefeitura da sua cidade e o cartório local tenha essas informações e agenda de quando abrem as inscrições para o próximo casamento comunitário. Então fique de olho!

    O casamento comunitário não é somente uma celebração e sim a oficialização da união de um casal. Portanto, assim como o casamento convencional, algumas regras devem ser seguidas. Afinal, o casamento começa pelo cartório, ou seja, a união civil, o casamento civil.

    Vale destacar que, para todos os perfis de pessoas citadas abaixo, todos devem apresentar comprovante de renda para participar do casamento comunitário. Além disso, cada casal deve ter duas testemunhas maiores de 18 anos munidas de RG e CPF.

    quem tem direito ao casamento comunitário
    Wendel Moretti

    Documentos necessários

    Para casais solteiros

    • Certidão de nascimento
    • Comprovante de residência
    • RG e CPF

    Para casais divorciados (seja um dos dois ou os dois)

    • Certidão de casamento e da averbação do divórcio.
    • Comprovante de residência
    • RG e CPF

    Para casais viúvos (seja um dos dois ou os dois)

    • Apresentação da certidão de casamento e óbito do cônjuge.
    • Comprovante de residência
    • RG e CPF

    Casamento comunitário: como funciona um casamento coletivo
    Marc A. Sporys

    Casamento comunitário com festa

    Quem disse que só porque é um casamento comunitário não tem festa? Tem festa sim! Mas no caso depende da organização do evento e número de parceiros envolvidos.

    Mas todas essas dúvidas sobre o que tem ou não no casamento é melhor saná-las na prefeitura ou no cartório de sua cidade, pois cada projeto é individual e as regras mudam.

    Quando tem festa geralmente é um baita almoço ou lanche comunitário com um número restrito de convidados por casal, claro!

    Desse modo, esteja consciente de todos os trâmites que envolvem o casamento comunitário. Existem organizações que conseguem realizar o casamento comunitário com direito a festa e tudo. Outras não. E está tudo bem.

    Casamento comunitário: como funciona um casamento coletivo
    Al Elmes

    Mensagem das meninas do Lápis

    O mais importante aqui, independentemente de festa, é a oficialização da união de duas pessoas que se amam que no momento estão tendo a oportunidade de realizar esse sonho que muitas vezes está guardado lá no fundo de uma gaveta do passado. Portanto, agarre essa oportunidade, curta muito seu Grande Dia e seja Feliz!

    Já segue a gente no Pinterest? Temos inspirações lindas esperando você por lá:

    pinterest

    Perguntas frequentes

    Quem tem direito ao casamento comunitário?

    Pessoas que não podem bancar as despesas de um casamento convencional, mas não abrem mão da oficialização e celebração da união. Portanto, pessoas de baixa renda.

    Afinal, o que é um casamento comunitário?

    Um casamento comunitário é quando muitas pessoas se casam no mesmo dia e horário, na mesma cerimônia. Nele nada muda em relação ao casamento convencional, exceto a quantidade de noivos.

    🎁 Crie seu site grátis aqui