Introdução Alimentar da Bela – primeiros dias

A chegada dos 6 meses é muito esperada, especialmente para as mamães que optam por amamentar exclusivamente até essa época. Bebê mais maduro, mamãe também… ou não! :(

Quem acompanha a gente no instagram ou facebook (@lapisdemae), viu as postagens do primeiro contato da Bela com as frutinhas. Na verdade, eu comecei 3 dias antes dos 6 meses. Meus pais estavam aqui em casa, loucos de vontade de ver a Bela comer. Como eles moram longe e não conseguem acompanhar de perto cada fase, cada mudança, resolvi antecipar para eles curtirem junto comigo. É tão legal oferecer algo novo e ver a reação do bebê, tão divertido e ao mesmo tempo intrigante! (fico só pensando: “ai meu pai! esses dias estava dentro da minha barriga e agora já está de olho na banana!” rs).

Eu estava super em dúvida do método que escolheria: BLW X Tradicional. Para quem não sabe, o BLW (em inglês, Baby Led Weaning, que quer dizer desmame guiado pelo bebê) é um método em que o bebê guia e conduz o que comer, quanto comer. Vale a pena a leitura para entender tudinho aqui (texto ótimo da minha amiga e mamãe Grazi Donato para o Mamães em NY).

Na verdade o BLW é o oposto do método tradicional. Não há papinhas, nada processado ou amassado. O bebê descobre sozinho os alimentos (claro que a mamãe fica de olho para não engasgar, corta e prepara os alimentos previamente, etc). Eu já li bastante sobre o método e sigo nas redes sociais diversas mamãe que resolveram seguir esse formato. É incrível o desenvolvimento dos bebês e como dá certo, embora no começo pareça loucura.

Quando coloquei na balança ambos os métodos, acabei optando pelo tradicional, embora o BLW seja meu favorito. Não tenho muito tempo durante as refeições para deixar a Bela “descobrir” os alimentos, brincar, se sujar… Eu acho importante analisar o que é possível e o que não é. Eu ando muito cansada e como não tenho mamãe/sogra por perto, a rotina fica super pesada. Mas, eu deixei claro na minha mente que pelo menos em uma refeição por dia (e várias durante o final de semana) eu a deixaria explorar os alimentos, tocar, brincar, comer se quisesse. Acho super importante quando o bebê tem uma boa relação com os alimentos.

Lembrando que o método tradicional atual é bem diferente do passado. A nutrição materno-infantil ganhou muito nos últimos anos. Nada de comidas processadas no liquidificador, todas sem sal e sem açúcar, abusando dos temperos frescos, e “xô” para as papinhas industrializadas. E nada de “mascarar” a couve no feijão (rs). Além disso, também acho legal comentar com vocês que as frutas in natura são mais recomendadas que os suquinhos de fruta. A Sociedade Brasileira de Pediatria entende que os sucos devem ser evitados, mas se forem administrados, que sejam dados no copo, especialmente depois das refeições principais, em dose máxima de 100ml.

Bom, essa é a teoria que aprendi! Agora vou contar para vocês como foi o nosso começo. Como a Bela abre a boca para tudo, porque sempre acha que é brinquedo, os primeiros dias foram bem legais. Pelo menos umas 3 colherinhas de frutinhas amassadas. Eu queria ter feito 3 dias a mesma fruta e depois mudar, mas não deu muito certo. Na verdade, várias coisas não deram certo. Fiz assim:

  • Primeiros 3 dias – só brincadeira com a vovó e vovô (abriu a boca, fez cara feia, teve ânsia de vômito)
  • Dia 1 (oficial): maçã raspadinha –> comeu bem pela manhã. A tarde o papai chegou do trabalho (mais cedo) e quis porque quis dar a frutinha. Deixei…. resumindo: a Bela ficou com a digestão lenta e prisão de ventre. Parecia que ela estava estufada, tadinha!
  • Dia 2: era para ser maçã de novo, mas resolvi dar mamão. Resultado: intestino solto (a Bela já tem o intestino muito bom, então quando falo solto, leia-se: muitas vezes!rs)
  • Dia 3: não dei. Tive evento do blog e não queria “surpresas na rua”
  • Dia 4: manga – comeu pouco, quase nada
  • Dia 5: manga – dei a tarde e ela comeu mais (na colher e com as mãos)
  • Dia 6: manga – 1 colher apenas
  • Dia 7: banana prata amassada – Comeu muito bem!!! Achei que nesse dia a “coisa ia andar”, mas aí…. não sei se deu alergia porque a Bela quase desidratou de tanto fazer número 2. Acho que em 24h foram umas 15x!
  • Dia 8: não dei nada (mãe com medo)
  • Dia 9: manga – nem abriu a boca, mas pegou com as mãos e comeu um pouco
  • Dia 10: voltamos para a banana – ofereci 2x, sem sucesso
  • Dia 11: pêra – travou a boca, mas comeu sozinha

O dia 12 é hoje! O que tenho percebido é que a Bela aceita bem mais quando ela leva à boca e quando ela mesma controla. Reparei que nos dias em que deixei a fruta à sua disposição e ela não estava a fim de comer, só brincava. Chegava perto da boca e já tirava (bem espertinha). Outros dias, provava com mais vontade. Será que o BLW é o meu destino? (sem querer, querendo…)

Eu continuo em livre demanda. Comecei a oferecer água na mamadeira mesmo porque o copinho de transição que comprei ainda não chegou. As primeiras vezes foram bem legais, mas ela não entende muito bem o que é a mamadeira e depois que viu que água não é tão legal assim, aprendeu a trancar a boca. Nesse ínterim tentei dar o meu leite na mamadeira. Que chororô! Copinho também foi um desastre! Claro que tudo é novidade e não posso exigir muito dela (expectativas meio frustradas), mas vou tentar outras formas nas próximas semanas. Eu preciso voltar a fazer algumas reuniões do blog e levar a Bela não é a melhor das opções sempre (é um bebê, neh, gente!). Fiquei só pensando nas mães que têm que voltar a trabalhar fora e o bebê não aceita por nada a mamadeira e/ou copinho! Muita oração! rsrsr… Enquanto isso, os filhos das amigas/primas estão comendo tudo e lambendo os beiços! rs Mais um teste para a mamãe aqui: “nada de comparações, cada bebê é um bebê, cada bebê tem seu tempo!

De certa forma, talvez eu não esteja preparada para essa fase. Especialmente a parte do leite na mamadeira ou copinho. Eu amo tanto amamentar, me sinto tão poderosa em poder nutrir minha Bela… Prometo que estou orando e mentalizando que será muito bom para ela e para mim e estou otimista! Sei que não será da noite para o dia, mas assim como eu, muitas mães já passaram por isso e têm me dado uma super força e motivação. Ou, talvez sejam os dentinhos e isso faz com que a Bela queira ficar grudadinha comigo e só queira mamar…. Como diz o meu marido, “nunca saberemos ao certo” rs…

Bom, é isso. Esse post não é para desanimar as recém mamães, nem as gravidinhas. É apenas para dividir com vocês a nossa experiência com a introdução alimentar. Não tenho uma bebê apaixonada (ainda) pelos alimentos, mas gente, é introdução, não é mesmo? Então, toda a paciência do mundo! Vai dar certo!

IMG_3834

Deixe seu comentário

13comentários

  1. Grazi - 1 de março de 2016 às 02:04

    Morri de amor, agora que vi a referência ao meu texto! Vocês são lindas, amo demais!

    1. Lapis Noiva - 2 de março de 2016 às 16:55

      Grazi, somos fãs de vc! :)

  2. Lane - 1 de março de 2016 às 15:39

    Muito bom de se lê, até para recém-casadas, que apenas planejam bebê. Deus é perfeito e tudo que ele faz também. Com paciência chega lá. :)

    1. Lapis Noiva - 2 de março de 2016 às 16:55

      Ai que bom!!! Quando tiver bebezinho já vai saber um pouco sobre a saga da Bela e da mamãe dela rs

  3. Keiciane Batista - 1 de março de 2016 às 16:43

    Muita paciência que vai da tudo certo. Bela linda.

    1. Lapis Noiva - 2 de março de 2016 às 16:55

      Amem!

  4. Aline - 2 de março de 2016 às 09:54

    É assim mesmo Lorena, minha bebê só foi comer bem mesmo, lá pelos 10, 11 meses. No comecinho dava frutinha só nos lanches, intercalando com a mamada. Banana foi o que mais dei, hoje com 1 anos e 8 meses ela odeia banana! hahahah Água de vez em quando tbm, tinha dias que ficava só no peito, e ela continuou crescendo e engordando bem. Papinha salgada, foi só lá pros 7 meses.. Não optei pelo BLW, pois no primeiro brocólis que minha bb comeu, ela engasgou feio e traumatizei, mas sempre deixei ela fazer meleca e sentir a comida. Ela ainda mama até hoje, mas come super bem. Vai com calma e fé, que dá sempre certo!

    1. Lapis Noiva - 2 de março de 2016 às 16:56

      Aline, que bom saber!!! Estamos no caminho certo, mas é preciso paciência mesmo, neh!!!
      Obrigada por compartilhar sua experiencia!! Dá um conforto!! Beijos

  5. Marcia Pereira - 2 de março de 2016 às 13:12

    Olá Lorena! Que fofa sua pequena. Não sou mãe ainda, acompanho o crescimento dos filhos da minha prima, um deles é meu afilhado. Kaike tem 7 e Caetano tem 3. Os dois comem muita fruta e verdura. Creio que o grande segredo foi de que ela e o marido sempre apreciaram uma alimentação saudável e ela SEMPRE SEMPRE ofertou esses alimentos até que eles criassem o gosto e suas preferências. Ela não desistiu e o resultado: é lindo de ver eles chegando da escola pedindo: “uma carninha com brócolis” ou uma ameixa. Vale a pena. Bjo

    1. Lapis Noiva - 2 de março de 2016 às 16:57

      Marcia, acho que isso faz toda a diferença mesmo! Eu preciso melhorar minha alimentação e comer frutas na frente dela (acaba que ainda n fazemos refeicoes juntas rs).

  6. AMANDA RIBEIRO - 3 de março de 2016 às 11:51

    Lore, passa muuuito rápido né? agora comedo, daqui a pouco está andando, falando!
    Cada fase do bebê é um desafio né? No final da tudo certo! Minha sobrinha, começou a comer bem depois de um ano e meio só queria peito, não gostava de fruta, comia pouca comida, mas o pior era as pessoas falando julgando, tira essa menina do peito. Hoje com 2 anos ela come normal, saiu do peito com 1 ano e meio, do jeito dela.
    Obrigada por dividir com a gente estes momentos tão lindos!
    Bjinhos para você e para Bela
    Amanda Ribeiro
    @mamaequeviaja

  7. Rosana Garcia - 5 de março de 2016 às 07:50

    Lorena.. amei o post.
    Parece que vc está falando da minha baby. Kkkk
    Ela tbm está na fase de transição e não é fácil. Suco de laranja lima ela coloca fora, a pêra cospe longe, a maçã nem pensar. Também optei pela LD e sabe, foi a melhor escolha. Minha baby está saudável, no entanto está grudada em mim e por isto estou morta com farofa…. fazer o que né? Kkkkk
    Vamos continuar na luta e tudo vai passar. Vamos aproveitar.
    Beijão.

  8. Angely - 8 de março de 2016 às 02:56

    Vcs são fofas… E td no seu tempo e no tempo da Bela. Td vai dar certo… Amor em td. Bj no coração