Guia Rápidos

ebook lapis de noiva

Planner de Casamento

O que é preciso para comprar um apartamento? A MRV dá 9 dicas para realizar o sonho da casa própria

Poucas emoções são tão intensas quanto dizer Sim ou comprar o primeiro imóvel na vida juntos! Não importa se é uma casa ou apartamento, é uma conquista imensa, né? A gente sabe bem que comprar um apartamento pode intimidar o casal, mas nós garantimos: com um bom planejamento e pesquisa, o sonho da casa própria vai se realizar sem muito estresse.

É possível pensar e organizar uma estratégia que seja boa para o casal, evitando assim surpresas chatinhas pelo caminho e não haver nenhum arrependimento. Lógico que, para nos ajudar a responder todas as suas dúvidas e dar dicas práticas e valiosas, contamos com quem entende super bem do mercado, a MRV. Ela é a maior construtora da América Latina, desde 1979, e hoje está em mais de 160 cidades do Brasil. UAU!

Bora saber o que é preciso para ter um cantinho para chamar de seu?

 

comprar ou alugar apartamento

 

O que é Preciso para Comprar um Apartamento?

Com alguns passos vocês podem desbravar o desafio para comprar um apartamento na planta. Eles vão desde o planejamento financeiro até a burocracia envolvida no financiamento e documentação necessária. São muitas decisões para sair do aluguel, e nós estamos aqui junto com a MRV, que justamente trabalha para simplificar a vida de quem deseja comprar seu apartamento reduzindo burocracias para tornar o processo de compra ainda mais acessível, para ajudar vocês a terem seu cantinho fofo e aconchegante do jeitinho que planejaram.

 

 

1. O planejamento financeiro é tudo na hora de comprar um apartamento!

Deixar de viver de aluguel vai exigir muito investimento, e não estamos falando só de dinheiro. É preciso tempo e planejamento. Saber direitinho o quanto vocês vão poder investir nos pagamentos vai ajudar a definir o tipo de apartamento que vocês vão poder comprar. Nossa dica então é: baixe nossa planilha financeira da família gratuitamente e comecem definindo as metas e estabeleçam prazos possíveis, como, por exemplo, o quanto precisam poupar para dar de entrada no financiamento.

Para ter um resultado mais preciso, coloque na planilha todos os gastos fixos mensais (aluguel, luz, gás, internet, etc.), as demais despesas (academia, plano de saúde, pagamento do carro, etc.) e, por fim, os gastos variáveis, que incluem restaurantes, compras, passeios e outros. Desse modo, vai dar para saber com precisão em que ponto poderão economizar e, assim, poupar dinheiro para este sonho.

 

2. A importância da pesquisa de mercado imobiliário na hora de comprar um apartamento.

Agora que vocês já tem o fluxo de caixa da família organizado, é hora de começar a pesquisar e analisar como está a situação do mercado imobiliário no momento que vocês vão dar o passo para comprar apartamento. Como este mercado é dinâmico- ele tem altos e baixos, e costuma ser influenciado pela política e economia do país, é bom ler sobre o assunto em reportagens produzidas por veículos confiáveis para saber se o momento que estão vivendo é bom para comprar apartamento.

Outras pesquisas que precisam ser feitas são sobre o preço do metro quadrado nos bairros que vocês querem morar, as formas de pagamento disponíveis e a idoneidade das instituições financeiras e construtoras. Uma maneira de fazer isso é nos sites que defendem o direito do consumidor para saber se há reclamações.

 

comprar apartamento na planta

 

3. Estude as formas de pagamento

É preciso escolher a forma de pagamento mais adequada ao perfil do casal. A primeira opção é pagar à vista. Neste caso é preciso incluir também no budget total a quantia necessária para pagar os impostos.

A segunda opção é financiar. Para quitar as parcelas num tempo menor, tente pagar o máximo possível de entrada para assim diminuir o valor das parcelas restantes e não pesar muito no orçamento mensal. Os bancos e construtoras costumam exigir uma entrada de 20% do valor do imóvel e só permitem que a parcela mensal comprometa 30% da renda familiar bruta.

No caso de comprar apartamento na planta diretamente da construtora, pergunte ao corretor sobre os juros, valor das parcelas e se será preciso fazer algum pagamento extra ao longo dos meses.

 

4. Comprar apartamento na planta ou pronto, qual escolher?

As duas opções tem suas vantagens e desvantagens, tudo vai depender das prioridades do casal. Apesar do apartamento pronto não ter aquele tempo de espera que costuma nos deixar ansiosos, eles ser mais caros do que os apartamentos na planta, pois foram construídos com um valor mais baixo, e agora tiveram tempo suficiente para se valorizar.

Sendo assim, comprar um apartamento na planta sai sim mais barato, além além de ter condições boas de financiamento. “Geralmente, paga-se 30% do total até a entrega das chaves, e parcela-se o restante. As construtoras, inclusive, conseguem oferecer condições facilitadas, tudo justamente porque o imóvel ainda está no papel.” conta MRV.

Comprar um apartamento na planta significa fazer um investimento bom e seguro para o futuro.

 

 

5. Definindo o bairro na hora de comprar um apartamento.

Pense na qualidade de vida que vocês procuram para escolher o melhor bairro. No caso de uma cidade grande, pode ser perto do trabalho, ou num local onde não exista a necessidade de se deslocar tanto, por exemplo. Talvez seja num bairro com fácil acesso ao transporte publico (metrô, ônibus) que, de quebra, vai ajudar na valorização do imóvel.

Pode ser que procurem um bairro com escola perto ou mais agitado, com uma boa rede de comércio ao redor, com supermercados, padarias, farmácias e restaurantes, e que dê para fazer tudo isso à pé.

Visite a rua do imóvel escolhido, e se possível, o apartamento, em vários horários do dia e da noite. O transito é intenso? A presença de bares, restaurantes ou buffets infantis ao redor incomoda? A rua tem feira?

 

6. Escolhendo um corretor

Opções para pesquisar imóveis não faltam hoje em dia e dá para fazer tudo sozinho, mas o corretor, se a gente pensar bem, tem o mesmo papel de uma assessoria de casamento: ele vai ajudar a deixar todo o processo mais fácil e seguro para vocês.

Mas fique atento: o corretor, se for um profissional regulamentado e especializado em mercado imobiliário, precisa ter o registro do CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis). Confira sempre a situação do CRECI do corretor, tá?

 

 

7. No caso de um imóvel usado, avalie

Antes de comprar apartamento usado, é preciso avaliar muito bem o imóvel para saber suas condições para poder calcular o orçamento da reforma. Por menor que seja, com certeza o imóvel usado vai precisar de mudanças. Verifique se há infiltrações ou rachaduras, se as instalações elétricas estão em bom estado para comportar os equipamentos do casal, confira a entrada de luz natural nos ambientes e peça permissão para ligar chuveiros e torneiras a fim de olhar a vazão da água e possíveis entupimentos.

Pergunte para o morador e vizinhos sobre barulhos e outros inconvenientes do dia a dia. Com estas informações dá para avaliar se o lugar é ideal para vocês ou não. Se ele precisar de uma reforma grande, pode não valer a pena o preço pedido.

Uma dica: conte com a presença de um engenheiro ou arquiteto para ajudar, assim como um advogado especializado para analisar toda a documentação.

 

8. Quer comprar um apartamento na planta? Pesquise sobre a construtora

A reputação da construtora é a primeira coisa que vocês precisam pesquisar se decidirem comprar apartamento novo ou apartamento na planta, para evitar problemas chatinhos como prazos de entrega ou pagamento de impostos que incidem após a compra do imóvel, como ITBI e o registro do imóvel.

É importante, durante a visita ao imóvel, verificar vários itens, como os acabamentos. Fique atento a qualidade das paredes, metais, esquadrias, pisos, azulejos, pintura e todos os outros detalhes. Se eles não forem de excelente qualidade, vocês vão ter dor de cabeça mais tarde pois vão precisar reformar e repor estes itens. A mesma dica sobre engenheiro, arquiteto e advogado que você leu acima se aplica aqui também.

 

 

9. Analise a documentação

Para evitar dores de cabeça durante o processo de compra e/ou financiamento, verifique com carinho cada detalhe da documentação e impostos do apartamento. Eles estão em dia? Existe algum impedimento? Vocês tem o valor necessário para arcar com os outros custos associados a compra? Na hora de fazer o orçamento, é preciso pensar nos impostos, taxas e escrituras da transação. Lembra que falamos lá em cima sobre ter um advogado para te ajudar? Calcule o preço dos honorários dele também.

A gente sabe que as cabeças dos noivos já são ocupadas com muitas preocupações, e a burocracia para compra da casa nova não precisa ser mais uma delas. A MRV oferece imóveis de qualidade, em localizações estratégicas que facilitam a vida dos moradores, com processo de compra menos burocrático.

Dá só uma olhadinha abaixo na lista de documentação necessária que você vai precisar para comprar apartamento:

 

o que é preciso para comprar um apartamento

 

Agora que você já sabe tudo o que precisa para comprar o seu lar doce lar, que tal conhecer os empreendimentos da MRV para ver qual tem mais o seu estilo e cabe no seu planejamento? Acessa já o chat 24h e tire suas dúvidas.

Fiquei noiva, por onde começar?

Fiquei noiva, por onde começar?

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário via blog

Comentários via blog