ebook lapis de noiva

Planner de Casamento

Coloque seu cônjuge em primeiro lugar

A parte mais difícil de um casamento para algumas pessoas é largar o aconchego da casa dos pais e os mimos que eles sempre nos deram. Ter sua própria família não é tão fácil como se pensa, ainda mais quando os casais ainda não tem filhos e vivem apenas os dois. O que era para ser bom, tranquilo e um eterno namoro, as vezes se torna alvo de discussões e palpites externos. Casar é ter o outro como sua maior prioridade. É dividir os mesmos interesses (alguém sempre terá que ceder), é ter os mesmos planos, é viver como uma só carne.

Separamos uma meditação que mexeu muito conosco no começo do casamento. Algo que abriu nossos olhos e temos certeza que vai ser um ponto importante para alguns casais. Tire um tempo essa semana para ler junto com seu esposo(a).

mm

Nenhum casal alcançará o pleno potencial no casamento sem “deixar os pais”. Isso tem implicações práticas na área de tomada de decisões, uma vez que os pais podem ter sugestões sobre muitos aspectos de sua vida. Toda sugestão deve ser levada a sério, mas, em última análise, você e seu cônjuge devem decidir por si mesmos.

Depois de casados, vocês não devem mais tomar decisões com base naquilo que vai agradar os pais de cada um, mas levando em conta o que é melhor para o cônjuge. Isso significa que pode chegar um momento em que o marido diga à mãe algo como: “Mamãe, você sabe que a amo muito, mas também sabe que , agora, estou casado. Não posso sempre fazer o que você quer que eu faça. Quero manter o relacionamento agradável que temos tido há anos, mas meu principal compromisso é com a minha esposa. Espero que você entenda.”

O marido não deve permitir que a mãe controle sua vida depois que ele se casou. Esse não é o padrão bíblico. Em vez disso, Jesus ensinou que o marido e a esposa devem se tornar um quando se casam e que ninguém deve se colocar entre eles para os separar. O relacionamento conjugal torna-se a mais elevada prioridade. Vocês devem tratar os pais com respeito, porém estabelecer o compromisso com o cônjuge como o primeiro e mais importante.

“Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne? Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe.” Mateus 19:4-6

bannerzinhomm2

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário via blog

Comentários via blog

  1. Olá passo pelo seguinte problema dês de que namoramos a madrasta do meu esposo nunca gostou de mim isso ela me viu uma ou duas vezes três no máximo, e por isso fez a cabeça do pai do meu namorado na época que deverias abrir mão dele, fez de conta que o filho nem existia e por essa razão ele foi morar na casa da mãe passou-se 3 anos estamos casados 3 meses e está madrasta dele quando soube que ele ia viajar mandou msg pedindo perdão e etc…
    Ele está muito bem com eles todos com o pai a madrasta e os irmãos porém ela deixou bem claro que eu não posso ir na casa dela ou chegar perto dos irmãos dele e meu esposo aceitou tudo isso!
    Não disse nada não defendeu a mim a nós o nosso casamento pensei em desistir de tudo tivemos brigas horríveis mesmo ? não sei como tudo aconteceu fizemos as pazes mas não concordo com isso converso com ele mas sei que ele sempre vai lá na casa do pai dele não vai falar nada sobre nós em fim acho que ele não deveria ir lá deveria sentir minha dor se alguém me odeia ele deveria sentir como se fosse nele amostrei textos bíblicos oro também mas nada da jeito pesso um conselho a este site e até mesmo oração já pensei em abrir mão do meu casamento me envolver com outra pessoa e depois pedir o divórcio não aguento isso achei que as pessoas se casavam pra se defenderem se respeitarem pra serem uma família parece que aqui não e assim ele sempre diz quando vou cobrar” há mas e a minha família” que eu disso e eu ? O que sou? Não sou prioridade

  2. Sabemos o respeito aos Pais. Porém se posicionar é algo natural, temos alguém ao nosso lado e que temos que valorizar como nossa família dada por Deus.