ebook lapis de noiva

Corona Ebook

Toques industriais no rancho de Londrina – Ana & João

O casamento de hoje tem uma história muito, mas muito peculiar, cheia de emoções fortes e muita superação. Gente, não vamos mentir, escorreu uma lágrima aqui enquanto líamos o depoimento da Ana.

Mas, antes de contar a história dos dois, vamos falar um pouco sobre a decoração maravilhosa e todo amor envolvido para deixar este dia tão especial!

A Ana contou que o briefing que ela passava pra todos os fornecedores era “quero que as pessoas sintam e transbordem de amor”. Só isso! Coisa fofa, né?!

O importante para eles era um casamento bem descontraído, com os amigos à vontade, todos celebrando o amor deles e o amor como um todo. “Então era algo bem definido que queríamos casar ao ar livre no fim da tarde, sem muita pompa mas com tudo impecável e feito com todo amor do mundo para aquele momento! A pegada industrial e moderna da decoração era exatamente o que sonhávamos, com muito ferro, concreto, detalhes em cobre rosé, sem falar das flores exóticas que a Loveinside fez questão de inserir no nosso projeto.

O Não Pedido De Casamento

O pedido de casamento foi assim,”, conta Ana, “minha madrasta reservou o local e me ligou dizendo: “Chega! Já enrolaram muito! Dia 21 de abril tá reservado pra vocês casarem. Decidam o resto!” E pior que foi bem assim mesmo!

Ela sempre soube que iam casar, e quando descobriram que esperavam um bebê, decidiram oficializar e celebrar. Olha só que coisa, eles achavam perda de dinheiro casar, pois não era um sonho e eles não se acham um casal muito romântico (apesar de serem muito apaixonados!). Quem convenceu foi o pai da Ana , quando disse “Gente, aconteceu tanta coisa ruim nos últimos anos. Tivemos tantos motivos para chorar e ficar tristes. Vamos aproveitar esse ano para sermos felizes e celebrarmos as coisas boas”.

Ela completa que “A partir daí, fez muito sentido fazer a festa. Estávamos de volta a nossa cidade, começando uma vida nova e com uma doce surpresa que merecia ser celebrada, né? Então esse foi o pedido que nunca foi!”

Love Story? Sim, e com final feliz!

Ana e João se conheceram na escola, ele com 15 e ela com 16 anos e não foi amor a primeira vista. A Olivia escreveu um texto sobre o João:

Desculpe o transtorno, preciso falar de João.
Conheci ele na escola. Essa frase pode parecer romântica se você imaginar um filme adolescente com cena slow motion da garota nova chegando e o garoto ficando abismado. Mas não foi assim. Eu era só a garota nova de roupas esquisitas em um momento que não estava bom. Eu era só a garota nova que tinha reprovado de ano e passado por coisas ruins e carregava um amargo que até hoje dói em mim. E João? Não, ele não era o garoto compreensivo. O João era um mala sem alça. 

A primeira frase que eu disse pro João foi “você é chato assim todo dia ou é o especial de quarta-feira?”. Então acreditem: não foi amor à primeira vista. E nem a segunda.

Mas, no final, era amor. Um amor que bate no nosso peito há 12 anos, com direito a idas e vindas mas que sempre foi amor. Nesse tempo, o João morou fora quatro meses, a gente foi morar juntos no Rio. O João perdeu a mãe dele, a gente conheceu um pouquinho do mundo, eu perdi a minha mãe e o amor foi ficando mais forte, mais adulto, mais maduro.”

Como eles moravam junto há quatro anos, nem pensavam em casar mais! Sempre tinha uma viagem a ser feita, uma reforma a ser planejada, enfim, para eles, já eram casados. A Olivia, emocionada, conta “Só que aí no dia do velório da minha mãe, eu tive dentro de mim a certeza de que eu tinha que fazer um teste de farmácia.”

Ela tomava pílula há anoooooos – mas tomava meio errado. Sua mãe era ginecologista, e uns dias antes dela falecer, Ana comentou com ela que estava com muita dor no peito. Ela respondeu: “Ana Cláudia, você num está grávida, não, né? Você e esse remédio são uma novela!”. Ela, claro, riu e mudou o assunto! “Então, no dia mais triste da minha vida, a gente descobriu nossa maior alegria: nosso Juquinha vinha aí!

Essa história é muito emocionante, não é?  A Ana é uma pessoa muito forte (não acharam?) e está olhando para o lado bom da vida: “Case-se com o amor da sua vida, com o seu melhor amigo, com seu grande companheiro. E isso é o que mais importa no dia do seu casamento. Você está juntando a sua vida à do seu grande amor e isso vale mais do que qualquer coisa no mundo.

Veja Também:

Estilo Industrial para Casamentos
Casamento Industrial e cheio de Detalhes – Marília e André
Casamento Industrial Noturno em BH – Bárbara & Guilherme

SaveSave

SaveSave

Fornecedores

Local: Rancho San Fernando | Vestido da Noiva: Ateliê Renata Loureiro | Sapato da Noiva: Carmen Steffens | Acessório de Cabelo da Noiva: Borekah Bridal | Beleza da Noiva: Luma Tyler / Live Colors | Traje do Noivo: Flávio Pamplona / Alfaiataria Central | Sapato do Noivo: Mr Cat | Gravata do Noivo e Padrinhos: Rei das Gravatas | Decoração, Assessoria, Identidade Visual, Flores e Buquê da Noiva: Loveinside | Lapelas do noivo e padrinhos: Borekah Bridal | Celebrante: Pastor Edson Almeida | Convites: Chá de Papel | Bem Casados: Conceição Bem Casados | Bolo e Doces: Camelia Doces Incríveis | Bar: Havana INC | DJ: HGM Produções  | Banda: Yes Today | Iluminação: Junior Massi Iluminação Cênica | Sonorização: HGM Produções | Fotografia: Dois+Um | Vídeo: Soma Filmes | Alianças: 18 Kilates | Lista de Presentes: Camicado, Tok&Stok, Casar.com

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário via blog