Tudo que você precisa para casar

mãe do meu viver – uma música de saudade

hoje é um dia feliz. parece que vem um filme na minha cabeça de tantas coisas que vivi e como fui amada. lembro da minha mãe trabalhando noite e dia pra gente poder estudar em escola particular, dos plantões de final de semana, dos dias em que tinha que ir trabalhar com ela e dormia no hospital, lembro de como não podíamos fazer barulho pela casa quando ela chegava do trabalho (difícil para uma criança arteira como eu hihi), lembro dela contando de como orou durante a adolescência pelo marido e pai dos filhos dela, lembro dos sucos de beterraba horríveis que ela fazia, e das vitaminas grossas que éramos obrigadas a beber, lembro dela contando histórias da bíblia todos os dias antes da gente dormir, também lembro dela na praia, sempre em pé, perto da água sem nem piscar com medo da gente no mar, lembro dela praticamente viajando com a gente duas vezes na semana para levar no curso de inglês, ela queria um futuro e oportunidades que ela não teve, e também lembro dela mudando a gente de escola, bairro, igreja se tivesse algum menininho paquerando a gente! (mãe ciumenta), lembro dela orando e chorando por nós!

realmente, amor de mãe é o maior que pode existir nesse mundo!

e eu tive outras duas mães! a vovó Sara, mãe da minha mãe, que cuidava da gente durante a semana e a vovó Nilza, mãe do papai, que cuidava da gente final de semana.

meu coração dói só de escrever porque vem outro filme na minha cabeça. esse dia das mães será o mais triste pra minha família querida. a nossa vó, a vovó Nilza se foi. uma mãe, avó, esposa, cristã especial. mãe de 5 filhos, avó de 9 netos, bisa do Biel. foi junto dela que passei praticamente todos os sábados da minha infância, junto dos primos e tios. lá a gente tomava banho de bacia, e quando crescemos ela comprou uma piscina de plástico. o almoço era: salpicão de frango (sem passas e maça!) e toda tarde tinha bolo de cenoura ou broa de milho. é uma saudade sem fim, lembrança gostosa e doída.

ela estava no casamento, fraquinha mas estava! e olha o sorriso dela, que lindo!!!

hoje é um dia feliz. posso agradecer a Deus pela minha mãe, por tanto amor e dedicação. mas hoje também é um dia triste. ruim sentir saudade, neh? quero que chegue o dia em que não vamos mais ficar tristes ou com saudade!

esse clipe é especial pro dia das mães. quem canta é o meu pai, o filho da vovó Nilza. eu não consigo mensurar a dor que ele está sentindo hoje. choro ao ler o email que ele me mandou agora, contando de como sente saudade dela “…hoje é o dia de lembrar da nossa rainha.. estou sentindo muita saudade dela… sinto saudades de beijar minha rainha Nilza, olhar nos seus olhos, e dizer que a amo, e ouvir sua voz, me respondendo assim: “eu também te amo”.

para assistir o clipe da música “mãe do meu viver” clique aqui

Música interpretada por Luiz Claudio
Produção: The Kreulichs

Tudo que você precisa para casar