{DIY} Lembrancinha de Cookie

{Aperte o play para ler esse post ouvindo música}

Noivinhas de plantão, um DIY (Do It Yourself) super fácil, prático para vocês prepararem para o noivado, chá de panela e até para uma festinha de aniversário… Eu já contei para vocês que amo doce e tudo o que tem açúcar (é a Lorena escrevendo rs). Sou uma formiguinha e na época dos preparativos, para o chá bar e chá de lingerie, fiz questão de caprichar nas guloseimas. É pessoal e vai do gosto de cada um, mas amo lembrancinhas comestíveis e de um cantinho especial e preparado com carinho para o bolo, doces, etc.

Então, hoje o post, além de delicioso é super fofo! Kit de Cookies como lembrancinha. O ideal é que o cookie seja caseiro, uma receita que tenha dado certo e que vocês gostem muito.

É um DIY  bem fácil e não tem desculpa para não fazer!

Material necessário:

- Cookies
- Tecido ou papel para envolver (usei um tecido bem grossinho)
- Fita, barbante e outros mimos

Cookies_006 copy Cookies_010 copy Cookies_011 copy Cookies_012 copy Cookies_013 copy Cookies_014 copy Cookies_015 copy Cookies_016 copy Cookies_017 copy Cookies_018 copy

Dica: os cookies crocantes podem ficar moles, então, façam receita do cookie macio e bem caseiro (estilo americano). Eles duram mais :)

Cookies_019 copy

Não ficaram fofos? Amamos DIY!

Cookies_004 copy Cookies_005 copyProdução: Lápis de Noiva

 

 

Sem idade para amar – Sara & João

{Aperte o play para ler esse post ouvindo música}

Estávamos ansiosas por esse post! Um casamento e uma história especial para nós… A Sara é a nossa avó materna e ao mesmo tempo uma mãe. Durante a nossa infância ela ajudou na criação enquanto os nossos pais trabalhavam. Uma guerreira, cheia de histórias e lutas. Sozinha, criou 3 filhas (foram muitos traumas e sofrimentos com o seu parceiro, que certo dia sumiu e nunca mais retornou). Acostumamos a ver a vovó Sara sempre cuidando da família, dos netos, das amigas, e quando perguntávamos se um dia ela iria namorar e casar novamente, ela dizia: jamais!

Mas a vida é cheia de surpresas! Aos 80 anos ela se apaixonou pelo João (o nosso avô paterno e viúvo! Sim, é isso mesmo! rs). Ele foi até sua casa de bicicleta e a pediu em casamento. Ela, a dona de um coração de pedra, aceitou e nesse dia eles começaram a namorar (sabendo que iriam se casar!). A partir de então um passou a ser parte da rotina do outro: papo pelo telefone, presente de dia dos namorados, encontro de sábado a noite… A admiração que um tinha pelo outro virou paixão, virou amor!

Do pedido ao casamento foram mais ou menos 4 meses. Foi bem rápido, mas para que esperar? A Sara, quem jurou de pé junto que jamais sairia de sua casa na velhice, fez as malas! Em poucos dias se mudaria do local onde morou por 50 anos. Ela nos fez entender que noiva é noiva não importa a idade! Perdeu o sono, emagreceu, só falava de casamento, decidiu o vestido e uma amiga de anos (a Mena) fez os ajustes, mandou forrar o sapato, teve dia da noiva e dois chás de panela, comprou várias lingeries, escolheu todas as músicas da cerimônia, fez prova de bolo e bem casado, e claro, ficou muito ansiosa com o grande dia!

vovosara&joao_wedding_THEKREULICHS028

O casamento foi simples e bem familiar. Cada um ajudou um pouquinho e se tornou um “casamentão”. Um domingo de sol junto de familiares e amigos eles se casaram. A igreja, onde a vovó frequentou por quase 50 anos, estava cheia e foi uma cerimônia abençoada, repleta de significado e amor. Como contamos, foi bem íntimo e familiar. Uma das netas, a Bruninha fez os convites, o neto mais novo (Tomás) a conduziu ao altar, a Lorena decorou a igreja, a Junia fez as fotos, os nossos pais (filho do noivo e filha da noiva) cantaram, o Gabriel, bisneto do vovô João levou as alianças e foi emocionante.

E ainda há quem não acredite em amor verdadeiro. Nós vivemos isso todos os dias… são tantas histórias lindas que conhecemos que só em lê-las o nosso coração se enche de amor. Mas, a vida é tão bondosa e Deus é tão detalhista que Ele nos presenteia com histórias que podemos testemunhar de perto! A vovó Sara falou assim: “Eu nunca pedi a Deus um marido. Pedi que Ele me desse o que eu precisava, no tempo que Ele achasse melhor! Aos 80 anos Deus atendeu os desejos do meu coração”… 

Podem morrer de amores pela nossa vózinha de noiva. Não ficou linda?! Agora a Sara e o João compartilham os seus dias. Um cuida do outro, do jeito que tem que ser! A vovó e o vovô se casaram!

v1 v2 v3 v4 v5 v6 v7 v8 v9 v10 v11 v12 v13 v14 v15 v16 v17 v18 v19 v20 v21 v22 v23 v24 v25 v26 v27 v28 v29 v30 v31

v33 v34 v35 v36 v37 v38 v39 v40 v41 v42 v43 v44 v45 v46 v47 v48 v49v52v50 v51v53

Fotografia: The Kreulichs

Júnia e Lícius – Cinco setembros juntos.

Cinco anos depois e eu jamais imaginaria que estaríamos aqui. Ele chegou de mansinho, frenquentando a minha igreja, tocando sax nos cultos, puxando conversa, fazendo amizade com toda a nossa família, ganhando a sogra em primeiro lugar e por fim roubando o meu coração por inteiro.
A nossa história é muito longa, cheia de detalhes lindos, cheio de dificuldades no caminho, mas cheia de romance. O Lícius escreveu através do meu site de fotografia, na época, e reservou um dia. E no campo de mensagem ele escreveu assim:

“Oi, Vi seu trabalho e achei muito interessante. Estou escrevendo para reservar a data de 16/07 (amanhã) para mim, já que tem disponibilidade nesta data. Como moro no Rio, posso passar na sua casa para te pegar. Três horas está bom pra você? Preciso do seu endereço pra saber como chegar. Tenho certeza que vai ser uma boa tarde de trabalho!  Mr. Licius Kreulich.”

Lembro até hoje do frio na barriga que senti quando li aquele email. Não conseguia respondê-lo. Não podia aceitar! Queria ter certeza, queria que ele tivesse certeza e, depois de 3 meses de desculpas para encontros e muitas conversas, nosso encontro aconteceu. Recebi cartões na caixa do correio, passávamos tarde sentados naquele Pq Lage falando dos nossos sonhos, sobre o que gostaríamos de construir e da família que gostaríamos de formar. Quando fotografamos nosso primeiro casamento juntos, nós ainda nem namorávamos, não sabia quando aconteceria, mas sabia que iríamos namorar. Ainda acho que todos os convidados daquele casamento estavam olhando pra nós, pois devia estar escrito na nossa testa que estávamos apaixonados!:)

Bom, um dia quando eu tiver a oportunidade vou mostrar pra você o livro que eu ganhei do Lícius contando todos os dias do nosso primeiro ano juntos, com todas as mensagens trocadas coldas, todos os emails, todos os bilhetinhos. É o que eu tenho de mais valor, e é o que sempre me faz voltar no tempo e sentir de volta cada frio na barriga.
Enfim, era um final de tarde e ele me perguntou “Quer ser minha última namorada?” e eu respondi o meu primeiro SIM apenas com a cabeça, não conseguia falar nada. E passou uns 2 minutos e o nosso primeiro beijo aconteceu.
Esse é o começo do nosso conto de fadas. Eu quero ser apaixonada por ele até o último dia da minha vida e até lá vamos escrevendo nossos dias com muita alegria e muito amor.

Algumas semanas atrás fizemos o Projeto Acordar num lugar incrível, o WE Hostel, e tivemos a chance de ser fotografados no momento da aula prática. Os nossos queridos Rodrigo, Juliane e os dois irmãos, Johann e Johansson foram os responsáveis por essa parte super legal! O Johansson Correia, um dos talentosos fotógrafos do nosso Guia de Fornecedores aqui no Lápis de Noiva fez fotos lindas e super divertidas! *Foi o único jeito de conseguir alguma foto com esse meu marido!

Projeto Acordar – Um ensaio surpresa from The Kreulichs on Vimeo.

Ju+Lícius-2 Ju+Lícius-5 Ju+Lícius-6 Ju+Lícius-9 Ju+Lícius-21 Ju+Lícius-30 Ju+Lícius-32 Ju+Lícius-47 Ju+Lícius-58 Ju+Lícius-69 Ju+Lícius-71 Ju+Lícius-72 Ju+Lícius-79 Ju+Lícius-84 Ju+Lícius-90 Ju+Lícius-92 Ju+Lícius-99 Ju+Lícius-130 Ju+Lícius-139 Ju+Lícius-143 Ju+Lícius-144 Ju+Lícius-145 Ju+Lícius-148 Ju+Lícius-154 Ju+Lícius-159 Ju+Lícius-171 Ju+Lícius-189 Ju+Lícius-190 Ju+Lícius-191 Ju+Lícius-194 Ju+Lícius-199 Ju+Lícius-200 Ju+Lícius-211 Ju+Lícius-219