Tudo que você precisa para casar

o lugar para casar

escolher o lugar do casamento pode se tornar uma novela na vida de qualquer noiva. é uma das partes mais difíceis. conseguir conciliar data, preço acessível, um serviço de qualidade, e o principal : agradar a noiva, é um desafio. 
eu casei no Rio de Janeiro, e, por incrível que pareça, juntar todos os itens da lista da “noivinha chata” causava até angústia.
eu queria casar ao ar livre e correr o risco da chuva ainda assim (o que aconteceu, mas esse é um tema pra outro post beeem longo), mas o local precisava ter o plano B, afinal, não poderia deixar meus convidados debaixo de água. 
e tinha que caber no bolso do papai e do noivo! aiiii….
e queria gostar do lugar de cara, sabe… do serviço também.
eu fui em vários lugares em que as pessoas eram grossas ou pareciam não se interessar (sabe o “tanto faz”?). em um dos espaços eles falaram que não tinha vaga e eu nem poderia ir sequer conhecer! (nem com vaga eu casaria lá após toda essa grosseria…).
aí, quando achava o local lindo, dos sonhos, ele não suportava a “pequena” família. pronto! tinha que voltar pro zero e continuar a procura. 
acaba que a noiva começa a “birra”.. “ah, não gosto da cadeira de la”, ou “aqueles lustres…”, ou então “aquela parede mata”, ou “impossível aquele piso”, ou então “eu odeio a comida que servem”… são tantos detalhes.

resumo da ópera : você vai encontrar o lugar. e se não for o perfeito, o segredo é você fazer ele se tornar o lugar do jeito que você sempre sonhou (lógico que dentro das suas possibilidades : tempo, dinheiro…)
ah, e tem que pesquisar, tem que assistir casamentos nesse local, tem que perguntar pras noivas que já casaram ali… eu digo e repito : ser noiva é uma profissão, mesmo que seja um trabalho temporário (lógico que sem salário, babe…rs)

algumas dicas que podem ajudar :

1. estabeleça seu orçamento
2. decida onde você quer casar (na sua cidade, na cidade vizinha, em outro Estado ou país)  
3. saiba seu estilo (rústico, chique, praia, ar livre, montanha)
4. faça uma lista de prioridades (o que é importante pra você? local da cerimônia, comida, localização, pista de dança, decoração, arranjos de flores…)
5. procure casas de festa, espaços na internet ou revistas (entre no site, peça orçamento por email pra ver se vale a pena ir visitar neh), ou peça indicação de amigos. 
6. faça uma lista dos lugares que quer visitar
7. vá em todos os locais que tiver separado (mesmo que ache que não vai dar, você pode se surpreender)
8. faça anotações de cada local conforme a sua lista de prioridades e orçamento
9. escolha o lugar que mais se aproximar com tudo o que você acha importante 
10. depois de fechar o lugar, não procure mais, não peça mais orçamentos para não se estressar e nem atrasar os preparativos (lógico que, se o local escolhido te decepcionar ou não cumprir o contrato, corra dali!) 

eu casei no Sítio Meio do Mato. um lugar lindo, com opção de casamento ao ar livre (mas com plano B pra chuva), com cadeiras lindas, muito verde, móveis e decoração rústica, mas romântica, com uma comida gostosa e de qualidade, e com um serviço maravilhoso, cheio de gente trabalhando e se preocupando pro seu casamento ser lindo e do seu jeito! (e lá tem a Rosi, uma profissional competente e querida demais!) 

essa fase dá trabalho, mas vai valer muito a pena! 

e essa aqui é dos bastidores…hihi (Ju e Licius in love)

fotos: Renata Marques

Tudo que você precisa para casar

Favoritos

Para favoritar esse post,
você precisa fazer login com usuário noiva/noivo.

Ainda não tem uma conta?
Cadastre-se