Quem vai celebrar o seu casamento?

Vocês sabem o quanto amamos cerimônias de casamento, não é mesmo? Existe algo muito mágico neste momento que o torna especialmente inesquecível.

Por isso, o nosso desejo é que tudo seja o mais significativo possível. E é neste momento que uma dúvida pode vir a tona, mas afinal quem escolher para celebrar o meu casamento?

Já falamos com vocês sobre a importância do celebrante de casamento aqui, e hoje convidamos mais uma vez o Rev. Renato Dumas para falarmos um pouquinho mais sobre essa figura tão importante em nosso grande dia.

revrenatodumas

revrenatodumas1

Essa deveria ser a preocupação mais importante no preparo do seu casamento, pois a pessoa que conduzirá a cerimônia, perpetuará, ou não, aquele momento não apenas em seu coração, mas também no coração de todos os convidados que ali estarão. Muitos casais ficam em dúvida entre um padre, um juiz de paz ou um(a) celebrante, conheça um pouco mais sobre cada um deles:

– O padre católico apostólico romano é a pessoa ideal não apenas para quem leva a fé católica a sério, mas para quem não se vê casando em outro local se não na Igreja Católica Apostólica Romana, pois os padres não podem fazer casamentos fora dela. Geralmente suas cerimônias são bem formais, litúrgicas, um verdadeiro ato religioso onde o centro da cerimônia não são os noivos, mas o sacramento religioso e o ato sacerdotal.

– O juiz de paz é um profissional que fará o ato do casamento civil dentro ou fora de um cartório de registro civil, contudo seu trabalho geralmente é formal demais, pois sua preocupação não é a de proporcionar uma cerimônia especial, romântica e emocionante, mas o de formalizar um ato civil, lavrando um documento civil que comprovará que você é casada(o).

– O celebrante de casamento é um(a) profissional totalmente dedicado(a) à elaboração de uma cerimônia especial, que envolve emoção e romantismo, personalizando detalhes que farão da sua cerimônia, única.

fotografo-casamento-espaco-serra-do-mar-23

renatodumas

Geralmente, celebrantes de casamentos são formados(as) em jornalismo, filosofia, letras, arte, ou são religiosos(as) formados(as) em teologia, ligados(as) a uma denominação cristã que, por lei, lhes dá o poder de realizar casamentos com efeito civil, desde que sejam ministros em alguma igreja regulamentada com CNPJ.

Celebrantes de casamentos são pessoas preparadas para falar publicamente, pois dominam elementos de comunicação e sabem lidar com as palavras. Seu conhecimento transcende a esfera religiosa, convidando a poesia e o belo a fazerem parte do seu discurso.

Celebrantes de casamento não estão preocupados(as) com questões religiosas, pois o amor e a vida a dois são as fontes de suas palavras.

13568936_784099768357133_6835203328551961150_o

revrenatodumas2

Uma cerimônia de casamento sempre nos arremete a um clima religioso, contudo, celebrantes de casamento trarão uma conotação espiritualizada, respeitando a diversidade religiosa, sobretudo a espiritualidade dos noivos ou de suas famílias.

Mas, acima de tudo, celebrantes de casamento partem do princípio de que uma cerimônia de casamento é a celebração e o rememorar da história do amor que moveu o coração de duas pessoas a se tornarem um só coração, através de uma vida comum.

Antes de você sonhar com uma cerimônia de casamento que transcenda o rito, tornando-se uma experiência inesquecível sobre a sua história de amor, você precisa se perguntar: Quem celebrará o meu casamento e como será a minha cerimônia?

Esteja certo de que a pessoa que celebrará seu casamento será a maior responsável para que esse sonho se torne, ou não, uma realidade.

E vocês, já escolheram quem irá celebrar o seu casamento? Aproveitem todas as dicas e boa escolha!

Música: Sunset Soon Forgotten – Iron and Wine

Foto 1: Vini Brandini
Foto 2: Rafael Vaz

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário

4 comentários

  1. Eliara

    Lindo o texto e a música!!

  2. Como celebrante de casamentos eu assino embaixo de cada letrinha! É exatamente isso mesmo!

    Super beijo!

  3. Algumas noivas querem o casamento ao ar livre e, não sei se voltaram atrás, mas os padres raramente tem licença pra isso, por causa dos excessos que descaracterizam o ato litúrgico. Daí as noivas recorrem aos padres “excomungados” da Igreja Católica Brasileira para realizar o sonho de casar no campo ou no clube para “economizar” a decoração. Enfim, cuidado a quem leva a fé a sério, pois este casamento não tem validade para a Igreja Católica Apostólica Romana.

  4. Tays Martins

    Muito esclarecedor, aliás, descobri este site no pinterest e me encantei.. Não sei se essa é uma dúvida só minha mas gostaria de um esclarecimento quanto a escolha do celebrante de casamentos. Como faço para encontra-los? Bjos